Selena Gomez quase morreu depois do transplante de rim

No ano passado, Selena Gomez revelou que tinha feito um transplante de rim por causa de sua batalha contra o lúpus, doença autoimune que acabou atacando o órgão da cantora.

Sua melhor amiga, a atriz Francia Raisa, foi a responsável pela doação do rim e, em nova entrevista para a revista W, revelou que a cirurgia de quase três horas quase levou Selena à morte.

“A recuperação foi difícil. Eu não queria comer, não queria beber nada. Selena teve complicações também. Algumas horas após a cirurgia, acordei e tinha uma mensagem dela dizendo que estava com muito medo. Meu rim estava muito ativo e quando ela se virou, uma artéria foi rompida. Precisaram levá-la para uma cirurgia de emergência e usar uma veia de sua perna para construir uma nova artéria e manter meu rim no lugar. Ela poderia ter morrido”, revelou.

Selena falou sobre a doença publicamente pela primeira vez em 2015, quando se afastou dos holofotes para cuidar da saúde. Ela disse, em entrevista à Billboard: “Fui diagnosticada com lúpus, tenho feito quimioterapia. Foi esse o motivo da minha pausa. Eu poderia ter tido um derrame”.

A jovem se manteve ocupada no ano passado. Ela foi uma das produtoras executivas da série da Netflix 13 Reasons Why e está trabalhando em seu terceiro álbum solo, sucessor de Revival, de 2015. No mês passado, a jovem cantora contou à Harpers Bazaar que está trabalhando para recuperar sua confiança. “Meu próximo disco está demorando uma eternidade na produção. Quando as pessoas me perguntam o motivo, sou honesta: é porque eu não estava pronta. Se demorar mais dez anos, eu não me importo”, desabafou.

Fonte: Billboard Brasil

Veja Também

Websérie paraense homenageia José Ildone

Já na produção de mais um capítulo da websérie: Vozes Literárias do Pará, o Grupo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *